Truques práticos e simples para limpar o quintal de casa



Quem mora em casa sabe que precisa dedicar um tempo para limpar o quintal. Seja toda semana, a cada quinze dias ou mensalmente, essa limpeza é necessária para manter a organização e a higiene.

Além de deixar o ambiente mais bonito e agradável, limpar o quintal é uma forma de manter longe os animais perigosos à saúde, como rato, escorpião e mosquito da dengue. Depois que o ambiente está limpo, então é só curtir os momentos de lazer em família.

Truques para limpar o quintal

Você não precisa esperar que o quintal seja tomado pelas folhas e sujeira da rua para começar uma limpeza. Manter a organização é muito mais prático. Então, veja as dicas a seguir:

1. Tenha um dia fixo para limpeza

Muitas vezes você deixa para depois o que pode fazer hoje no seu quintal? Bem, isso não é bom, porque todos os dias a bagunça cresce um pouquinho.

Então talvez ajude definir um dia fixo para limpar o quintal. Dessa forma você evita que a sujeira se acumule, fazendo com que demore cada vez mais para tomar coragem e ficar um dia inteiro na função.

Além disso, quanto mais tempo demorar para fazer uma limpeza, mais “intrusos” irá atrair para o seu quintal, como pequenos animais transmissores de doenças e destruidores de plantas e objetos.

2. Não acumule coisas desnecessárias

Nada mais feio do que transformar o quintal em um depósito. Não apenas pelo visual desleixado que a casa fica para quem vê de fora, mas também porque, com o tempo, você começa a sentir que está perdendo o controle do seu próprio ambiente.

Pode parecer algo banal, mas há quem comece a jogar entulhos no quintal com a promessa de tirar “na semana que vem” e quando se dá conta está com um verdadeiro ferro velho em casa.

Essa atitude influencia no bem-estar da família, que deixa de aproveitar o espaço de lazer. Também atrai mais animais como aranhas e roedores, que acabam entrando em casa e podendo causar problemas de saúde a todos.

Então, se tem algo no seu quintal que não é necessário, leve para doação, venda, descarte, enfim… Não deixe acumular.

3. Varra o piso e remova as ervas daninhas

Naquele dia que você definiu como o dia da limpeza do quintal, separe a vassoura e uma pazinha e mãos à obra!

Comece varrendo todas as folhas que vieram com o vento e coloque-as numa lixeira. Nada de deixar no cantinho da garagem, pois em alguns minutos vai estar tudo espalhado novamente.

Feito isso, se você tiver canteiros de flores, aproveite para remover as ervas daninhas. Além de prejudicarem o crescimento saudável das suas plantas, elas deixam o visual do canteiro desagradável.

Mesmo que haja apenas um pouco de ervas daninhas, remova toda semana para evitar o acúmulo e o trabalho dobrado na semana seguinte.


4. Higienize o piso

Se você tem uma área de cimento ou de piso fora de casa, sabe que com o tempo acumula limo, que deixa o chão escorregadio. Mesmo na garagem é comum que fiquem manchas de óleo do carro, que também podem fazer escorregar, além de deixarem um cheiro forte.

Então, encha um balde com água, misture água sanitária e esfregue tudo com a vassoura. Depois enxágue com mais alguns baldes de água. Nada de ficar horas molhando o piso com a mangueira. Seja consciente!

Se tiver um jato o serviço fica muito mais prático. Nesse caso, faça apenas uma vez ao mês, já que a limpeza é mais profunda e dura mais tempo. Além disso, você economiza água.

5. Impermeabilize a madeira

Se você tem um deck ou móveis de jardim em madeira, mandar impermeabilizá-losé a melhor maneira de fazer com que durem mais.

Pelo fato de estarem ao ar livre, pegando Sol, chuva, sereno e vendaval, os itens de madeira se deterioram com facilidade. Você acaba tendo que trocá-los bem antes do tempo ou vai ter um jardim com cara de abandonado.

O bom da impermeabilização é que só precisa fazer uma vez dentro de alguns anos. É um investimento que vale a pena.

6. Elimine a água parada

Todo brasileiro está cansado de saber que água parada traz dengue! Ou melhor, atrai o Aedes Aegipty, que é o mosquito transmissor. Aliás, não só da dengue, mas também da zyka e da chikungunya.

Portanto, nada de acumular água parada no jardim. Se tem vasos de plantas, preencha os pratinhos com areia. Vire latas, pneus e potes de cabeça para baixo. Mantenha o potinho de água dos seus pets sempre limpos e com água nova.

7. Mantenha os ralos tampados

Os ratos, baratas e outros pequenos animais andam pelo esgoto, que tem saída em todos os ralos. Por isso, tenha o hábito de observar se todos os ralos da sua casa estão protegidos.

Caso não estejam, compre uma proteção na casa de materiais de construção, que é baratinha e muito melhor do que correr o risco de ser contaminado ou de se deparar com um ratinho dentro de casa.

8. Limpe o cocô dos pets

Se você tem cachorros e um quintal, normalmente é nesse espaço que eles vão deixar os dejetos. Tenha o cuidado de remover todos os dias ou a cada dois dias, para evitar mau cheiro, que alguém pise ou mesmo para manter o bom aspecto da grama.

9. Corte a grama e pode as plantas

Se você quer ter um quintal com gramado e plantas ornamentais, não tem jeito: precisa manter tudo cortado e podado para não parecer um terreno abandonado.

Se quiser fazer por conta própria, uma máquina de cortar grama, um aparador de cantos e uma boa tesoura de jardim são suas ferramentas essenciais. Mas também pode preferir ter um jardineiro que venha fazer a limpeza a cada quinze dias no verão ou todo mês nos períodos mais frios.



Comentar

seven − two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.