Pesquisa afirma: cheirar pum faz bem à saúde, saiba mais.



Descubra por que isso pode lhe ajudar a combater doenças e mesmo a prolongar sua vida.

Soltar gases normalmente é algo constrangedor. Ainda assim, essa é uma ação natural do corpo humano.

Ela ocorre por que os alimentos que não foram completamente digeridos sofrem ação de bactérias ao chegarem ao intestino.

A partir disso surgem gases como metano, CO2 e ácido sulfrídico. Eles provocam a flatulência ou o famoso pum.

E, acredite ou não, uma recente pesquisa descobriu que cheirar pum pode prolongar a vida.

Os pesquisadores responsáveis pelo estudo afirmam que esses gases são capazes de combater doenças.

Por isso, pode ser bom cheirar o pum do seu parceiro ou de sua parceira. Isso parece piada, mas não é! Veja abaixo por que isso é verdade.

Por que cheirar bom é bom para a saúde?

A relação entre cheirar pum e ter uma vida mais saudável é muito simples.

Estar exposto a esses gases tem o mesmo efeito que mudar repentinamente de hábitos.

Por exemplo, é como iniciar uma dieta equilibrada, começar a praticar exercícios físicos ou abandonar um vício como cigarro ou bebida.


Os responsáveis pela pesquisa afirmam que o grande herói é o sulfeto de hidrogênio, presente nos gases do intestino.

Quando as células são atingidas por alguma doença, elas produzem uma enzima que gera doses de sulfeto.

Esse é exatamente o componente que as mantém saudáveis e vivas.

Durante esse processo, conservam-se células muito importantes para o bom funcionamento do organismo.

A produção de sangue aumenta e inflamações são controladas.

Por isso quanto mais fedidos são os gases, mais sulfeto de hidrogênio será produzido.

Por consequência, quanto mais inalar pum e quanto mais fedorento ele for, melhor para sua saúde.

Dica: Não segure o pum

Não faz mal segurar o pum, mas isso pode ocasionar dores abdominais.

Além disso, essa é uma das funções naturais do corpo, portanto não é preciso ter vergonha.

E se quiser que seus puns tenham um cheiro menos ruim, coma menos proteína.

Alimentos ricos nesse nutriente tendem a ser mais desagradáveis.

Em média, uma pessoa saudável solta em média 20 puns por dia.

Se você acha que esse número não se encaixa em sua realidade, procure um médico.

Talvez seu organismo esteja indicando algum problema que deve ser analisado um pouco mais a fundo.



Comentar

eight + 4 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.