Dieta para gordura no fígado com cardápio completo



Quando não tratada, a gordura do fígado pode provocar cirrose. Veja quais são os alimentos permitidos e proibidos na dieta para gordura no fígado.

Uma dieta para gordura no fígado, distúrbio também conhecido como esteatose hepática, em geral é composta por alimentos pobres em gordura, calorias e açúcares e ricos em fibras, que vão te auxiliar na queima de gordura e ocasionalmente aumentar a saciedade.

O que é proibido na dieta para gordura no fígado?

Alimentos gordurosos, com qualquer tipo de gordura, mesmo as boas, devem ser eliminados do cardápio, como:

  • alguns laticínios
  • carnes vermelhas
  • álcool
  • refrigerantes
  • doces
  • embutidos
  • todos os tipos de molho
  • amêndoas e nozes
  • todos os tipos de óleo

O que é permitido na dieta para gordura no fígado?

Os alimentos que podem ser consumidos à vontade durante a dieta para gordura no fígado são:

  • frutas
  • verduras
  • legumes
  • conservas em pequena quantidade
  • carnes grelhadas sem óleo

Veja agora as opções distribuídas de forma completa em um cardápio variado para essa dieta.

Cardápio

Café da manhã

Os produtos integrais podem ser combinados com frutas e alguns acompanhamentos.

Opção 1

  • Pão integral acompanhado de geléia de frutas diet.
  • Suco de laranja sem açúcar

Opção 2

  • Salada de frutas com granola e aveia.
  • Chá verde com morango e abacaxi

Nota: Prefira frutas alcalinas no café da manhã como melancia, melão, mamão e pêra, pois proporcionam uma melhor saciedade.

No lugar da salada de frutas a banana também pode ser uma boa alternativa.

O chá verde pode ser batido com diversos tipos de fruta para amenizar o forte sabor amargo que costuma incomodar no início.

Opção 3

  • Torrada integral com um fio de mel
  • Suco verde detox (batidos com couve, pepino, limão ou abacaxi)

Opção 4

  • Iogurte desnatado sem açúcar com frutas, aveia e granola

Opção 5

  • Pão integral com fatias de ovo cozido e uma fatia de queijo branco
  • Chá preto com limão

Nota: As bebidas preparadas no café da manhã podem ser consumidas ao longo do dia, incluindo ainda os diferentes tipos de suco de fruta sem açúcar, água e água de coco à vontade.

Em casos de abstinência do refrigerante, os sucos podem ser preparados com água gaseificada.


Almoço e Jantar

As refeições principais sempre devem conter proteínas, carboidratos e vegetais.

Opção 1

  • Filé de peixe grelhado
  • Salada de alface romana com alface roxa e tomate cereja
  • 3 pedaços de mandioca cozida com açafrão e cheiro verde

Opção 2

  • 1 Filé de frango grelhado
  • Salada de alface crespa com palmito e azeitona
  • 3 rodelas de batata doce cozidas

Opção 3

  • 2 colheres de macarrão integral com atum
  • Salada de repolho roxo com milho e bastante cenoura

Nota: O atum deve ser enlatado ao natural

Opção 4

  • Omelete de 2 a 3 ovos com espinafre, pimentão e cheiro verde
  • Salada de tomate, palmito, cebola e pepino

Opção 5

  • 2 colheres de arroz integral cozido com açafrão milho, ervilhas e frango desfiado
  • Salada de repolho com palmito

Opção 6

  • 1 filé de carne bovina magra grelhada
  • 1 colher de arroz integral com cenoura e ervilhas
  • Salada de couve com espinafre e picles

Opção 7

  • 1 filé de lombo sem gordura
  • Duas colheres de inhame cozido com açafrão e cheiro verde
  • Salada de brócolis e couve flor

Nota: As carnes devem ser grelhadas sem óleo em panelas elétricas ou antiaderentes.

Caso contrário, pode ser utilizado a mínima quantidade possível de azeite.

As saladas devem ser umidificadas apenas com limão ou vinagre.

Lanches

Em pequenas porções são excelentes para saciar a fome entre as principais refeições.

Opção 1

  • 2 bananas

Opção 2

  • 1 copo de gelatina

Opção 3

  • 2 fatias de melão ou 1 fatia de melancia

Opção 4

  • Salada de frutas que podem ser combinadas em:
    • maçã, mamão, banana e laranja
    • melancia, morango e pêra
    • melão, banana e mamão

Nota: As opções de 2 a 4 também podem ser utilizadas como sobremesa.

Atenção

Na suspeita de gordura no fígado, deve-se procurar atendimento médico.

Apesar de ser uma excelente maneira de tratar a esteatose hepática, a dieta para gordura no fígado deve ser utilizada com o conhecimento do médico e não exclui a necessidade de tratamento clínico, sendo somente uma forma de complementar o tratamento.



Comentar

nine + thirteen =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.