Água com gás faz mal ou bem? Aprenda tudo sobre essa bebida



A água com gás é a mistura de água com dióxido de carbono (CO2). Essa mistura faz com que o gás se transforme em ácido carbônico. Existem muitas dúvidas sobre esse gás fazer mal para o estômago, para os ossos ou para os dentes, mas é preciso levar em conta também o tipo da água. Então veja se a água gaseificada faz mal, se tem benefícios e se engorda.

Em primeiro lugar é importante diferenciar a água com gás dos refrigerantes e das chamadas água saborizadas ou aromatizadas. Isso porque essas outras bebidas possuem açúcares, sódio e outros aditivos químicos que podem prejudicar a saúde se ingeridos em grande quantidade.

Agora falando apenas da do gás adicionado à água, muitos estudos apontam que ela não causa danos nem aos ossos, nem aos dentes nem ao estômago quando ingerido.

No caso de mulheres na menopausa, que naturalmente são propensas à osteoporose, um estudo publicado no site The National Center for Biotechnology Information revelou que não houve alteração na densidade óssea de mulheres nessa condição que consumiram maior quantidade de água gasificada durante 8 semanas.

Quanto a trazer malefícios ao esmalte dos dentes, também há preocupação. Em um estudo publicado no Journal of Oral Rehabilitation os cientistas concluíram que até existe um potencial corrosivo no ácido gerado pelo gás da água, mas que é 100 vezes menor do que o existente nos refrigerantes.

Já sobre os efeitos no estômago e intestino, de fato, quando o gás entra em contato com o estômago ele provoca um pouco de inchaço. Qualquer pessoa que beba uma garrafinha de água gaseificada vai experimentar essa sensação. Esse resultado pode causar desconforto especialmente em pessoas com problemas estomacais ou intestinais. Mas não causa danos à saúde.

Também por deixar uma sensação de saciedade maior no estômago do que a água comum, a versão com gás deve ser evitada durante e após atividades físicas. Nesse momento a pessoa precisa beber bastante água para se reidratar, mas a água gaseificada vai restringir a sede. Nesse sentido ela pode fazer mal somente porque a pessoa não vai beber o quanto precisaria.

Então, a água com gás faz mal apenas nas versões açucaradas ou com sódio, e em excesso, inclusive de água tônica, que é diferente da água gaseificada comum. Pessoas com diabetes e pressão alta devem ter cuidado especial ao escolherem esse tipo de água para beber, observando os ingredientes no rótulo antes de comprar.


Benefícios da água com gás

Sabendo que não há comprovação científica de malefícios à saúde, a água com gás é uma boa alternativa para quem tem dificuldade em tomar a água sem gás. É uma maneira de evitar beber refrigerantes, mas ainda ter a sensação agradável das bolinhas de gás na boca. Assim, vai estar bebendo apenas a água e nada de açúcares, sódio ou calorias.

Além disso, pelo fato de a água gaseificada deixar uma sensação de estômago cheio mais rápido, pode ser uma boa maneira de evitar comer demais. Mas mesmo assim não é recomendado exagerar nem substituir uma refeição por essa água. Apenas beber um copo após a refeição no lugar da água comum para evitar que a gula o faça comer mais.

Água com gás engorda?

Se escolher a água mineral com gás sem mais nenhum aditivo, ela não engorda. O que pode estimular o ganho de peso são as águas com açúcares, como a tônica e saborizadas. Para solucionar esse problema, se quiser beber uma água gaseificada com sabor, adicione um pouco de suco natural de alguma fruta.

Entretanto, essa medida deve ser feita de vez em quando, não durante o dia inteiro, pois até a fruta quando em excesso vai colocar mais açúcar no organismo. Se esse açúcar não for metabolizado corretamente, irá se acumular e estimular o aumento de peso.

O ideal é que ao longo do dia beba apenas água comum, sem gás e pura. Só assim ela irá hidratar o organismo sem precisar passar por uma série de filtragens para remover substâncias desnecessárias.

Cuidados ao tomar

Os cuidados a ter com a água com gás, para consumi-la sem se prejudicar, são basicamente dois:
  • Não exagerar: qualquer coisa em excesso aumenta o risco de fazer algum mal ao organismo. Então dê preferência à água sem gás ao longo do dia e beba a água gaseificada em menor proporção;
  • Escolher água sem aditivos: na hora de escolher a garrafa de água, opte por aquelas que não contêm açúcares e sabor. Leia o rótulo antes e confira de existe algum tipo de açúcar como componente da água. Se tiver, não beba.



Comentar

18 + 20 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.